Blog

A Era da Assistência e as mudanças no Funil de Vendas

A tendência dos micro-momentos provoca a aproximação dos consumidores com as marcas a todo instante.

Além disso, o impacto de uso dos dispositivos móveis faz com que as mudanças no mundo do marketing ocorram ainda mais rápido.

Nesse cenário, a jornada do consumidor e o funil de vendas como você conhecia, também estão se transformando.

Vamos abordar no post:

  1. O que é a Era da Assistência
  2. O impacto do imediatismo na jornada de compra
  3. Como desenvolver um funil assertivo

1 – O que é a Era da Assistência

O fato de estarmos consultando nossos celulares a todo momento nos tornou consumidores com maior poder para decisão de compra.

Allan Thygesen, o presidente do Google Américas, afirmou que essas buscas que realizamos expressam diferentes tipos de intenções, e por isso, estão mudando o conceito do funil de marketing, que antes ocorria de forma mais linear.

Classificadas pelo Google como micro-momentos, essas pesquisas no ambiente digital passaram a ser decisivas em todos os estágios da jornada do consumidor: atração, conversão, e inclusive, aquisição. Nesse sentido, Thygesen afirma:

Quando as pessoas podem contar com as marcas, as marcas podem contar com o crescimento.

Em outras palavras, a chamada “Era da Assistência” nos resume o quanto é importante estar presente no dia a dia do público-alvo. Antecipar dúvidas e fornecer ajuda ao consumidor através de conteúdos úteis, agora é pré-requisito de qualquer estratégia de marketing digital.

2 – O impacto do imediatismo na jornada de compra

Antes, o contato direto com a marca geralmente ocorria apenas depois da atração e conscientização, as primeiras etapas do funil de vendas.

Hoje, as intenções individuais ampliam o conceito do funil tradicional, pois as jornadas se alteram conforme as vontades representadas por cada usuário em suas buscas.

O imediatismo é o ingrediente principal dessa transformação. E o resultado disso tudo é a crescente ausência de padrões nos funis.

Em uma pesquisa do Google realizada com milhares de dados foi identificado pelo buscador que “ [..] nenhuma jornada é igual à outra, e que, na verdade, a maioria delas não se parece nada com um funil. Elas são como pirâmides, diamantes, ampulhetas, e muito mais.”

3 – Como desenvolver um funil assertivo

Saiba como seu negócio é encontrado

As pesquisas que antes eram realizadas com termos abrangentes estão se transformando em perguntas específicas.

Os usuários passaram a buscar respostas para dúvidas pontuais, que levam a uma resolução imediata para o seu problema.

No exemplo citado pelo Google, os termos “conta bancária” e “abrir conta bancária online” deram lugar a “o que eu preciso para abrir uma conta bancária?”

Fique de olho nos dados

Com o Google Analytics você pode compreender todos os fatores que afetam as suas taxas de conversão, como horário do dia, localização e aspectos demográficos.

Acompanhar esses dados e realizar testes com diferentes métricas é essencial para avaliar resultados -e não apenas o  número de impressões.

A partir dessas análises é possível corrigir erros, identificar oportunidades e elaborar decisões mais acertadas para envolver seu público e ajudá-lo em suas jornadas.

Esteja presente em diferentes canais e plataformas

Para facilitar o relacionamento com a marca, você precisa saber em quais canais seu público está presente.

Otimizar os caminhos para a conversão significa entender o comportamento do consumidor nas diferentes mídias para criar experiências com valor.

Nesse sentido, o Google ressalta a importância da assistência multicanal através de uma conexão sem atritos entre o ambiente online e o offline.

Por fim, não esqueça o principal: as pessoas buscam por experiências confortáveis.

Tanto na escrita quanto no design, esse é o fator que tem um alto poder de otimizar seu funil.

Se você deseja saber um pouco mais sobre como otimizar seus canais e melhorar seus resultados, nós podemos ajudar.

Conheça as soluções de marketing digital da Privilege.

Leave a Reply